Saiba escolher entre financiar ou entrar em um consórcio!

Essa dúvida surge frequentemente para quem deseja adquirir um bem e não conhece as vantagens oferecidas por cada um deles.

Para saber qual das duas opções vale mais a pena, é importante que você saiba que cada uma delas tem suas particularidades e serão recomendados e indicados em diferentes situações. Por isso, saiba como funciona e em quais ocasiões eles são a melhor alternativa!

Consórcio

Resultado de imagem para consórcio

No consórcio você entrará em um grupo e começará a pagar parcelas mensais durante um determinado período, sendo que a cada 30 dias é realizado um sorteio onde alguns participantes são sorteados para pegar sua carta de crédito.

O bem de sua escolha será comprado com essa carta de crédito, sendo que o pagamento das parcelas deve continuar sendo efetuado até que todos os participantes do grupo sejam contemplados.

Para adquirir a carta de crédito você terá duas opções: é possível que sejam dados lances de uma porcentagem do valor do bem que você quer comprar ou, você poderá contar com a sorte e esperar que você seja contemplado em um dos sorteios mensais.

O valor das parcelas sofre ajuste anualmente, mas ele deverá ser conforme o que foi combinado através do contrato. Por isso, fique atento para não pagar valores além do combinado.

Pontos Positivos

  • O pagamento é realizado em um prazo extenso
  • Não são aplicadas taxas de juros
  • Não é necessário que sejam dado um valor de entrada, como na maioria dos financiamentos

Pontos Negativos

  • Pode ser que demore um bom tempo para que você adquira o seu bem, pois é necessário que você dê um valor como lance ou que seja sorteado

Financiamento

Resultado de imagem para financiamento

O financiamento é uma modalidade de crédito que você pode usar para adquirir o bem que deseja. Sendo que ele só pode ser usado para bens duráveis, como para compra de imóveis, veículos ou terrenos, ao contrário do que acontece em um consórcio, em que ele também pode ser utilizado para viagens, festas de casamento, entre outros.

Pontos positivos

  • O crédito é aprovado de forma rápida, e assim você consegue comprar o seu bem imediatamente após a liberação do dinheiro.

Pontos negativos

  • O pagamento do crédito deve ser realizado em um prazo pequeno
  • As instituições cobram taxas de juros altas
  • Os juros são cobrados mensalmente, fazendo com que, quanto maior o número de parcelas, mais alto seja o preço final
  • Na maioria das instituições não é financiado o valor total do bem, e por isso pode ser necessário que você dê um valor como entrada

Para escolher a melhor opção, você deve analisar qual deles se encaixa melhor com o seu perfil e com aquilo que você busca. É importante que antes de contratar uma das opções você analise em várias instituições e empresas, para que você escolha a que apresente as melhores condições de pagamento.